fbpx

4 minutos de leitura

Se você tem a intenção de implementar uma nova aplicação web para o seu negócio, como um site institucional ou um marketplace, um grande projeto está à sua frente. Porém, não basta colocar algo bonito para funcionar, se aquilo for de difícil utilização. Da mesma forma, um sistema funcional não colabora para a experiência do usuário se tiver um design pobre.

Por isso, ao dar andamento em seu projeto, é essencial levar em consideração o valor percebido pelo cliente. Acontece que um fator pode acabar impactando de forma negativa a qualidade do trabalho e, consequentemente, a User Experience (UX): deadlines mal definidas. Isso pode fazer uma grande diferença no resultado final da aplicação.

Este post vai mostrar o que é valor do ponto de vista do cliente e como as deadlines podem afetar a experiência do usuário. Continue a leitura e entenda o assunto!

Por que o período de testes é tão importante?

O Dr. Robert Charette, fundador e presidente de uma empresa de consultoria de gerenciamento de riscos, analisou a fundo os impactos que os erros de software podem causar em uma companhia. Ele explicou que, dependendo da gravidade de um erro em uma aplicação, o futuro de uma organização pode ser comprometido seriamente.

Essa análise revelou que o mau funcionamento de softwares pode retardar o desenvolvimento econômico e a qualidade de vida de uma população e até mesmo comprometer a segurança nacional. Diante desse cenário, o que poderia ser feito para evitar tamanho prejuízo?

Uma das fases essenciais no desenvolvimento de softwares é o período de testes. Durante essa etapa, é possível encontrar falhas no funcionamento e corrigi-las. De acordo com o Dr. Charette, corrigir um erro em uma aplicação depois que ela já está em operação pode custar até 100 vezes mais em comparação com o custo de corrigi-lo durante a fase de desenvolvimento.

Deixar de fazer os devidos testes faz com que programadores cheguem a gastar até 50% de seu tempo com retrabalho que poderia ser evitado. Assim, podemos concluir que a definição da deadline deve levar em conta um período adequado para fazer testes, não é verdade?

Assim, você garantirá a produtividade do time de tecnologia e fará com que sua aplicação web realmente entregue valor para o cliente.

O que é o valor percebido pelo cliente?

É importante ter em mente que a percepção de entrega de valor que você tem pode não ser o mesmo que o usuário final espera. Por isso, é necessário, em primeiro lugar, ter uma boa visão de quais são as expectativas do cliente ao utilizar sua aplicação web. Aqui na BossaBox, nós chamamos essa fase de Discovery: etapa onde entramos na realidade da sua empresa e do seu usuário e descobrimos o produto que gera mais valor e é mais rentável pro negócio. Dessa forma, conseguimos priorizar as funcionalidades que têm mais urgência em serem desenvolvidas.

A percepção de valor por parte do usuário está intimamente relacionada com o UX Design. Isso significa que o design de um software deve ser pensado de acordo com a User Experience, ou seja, a experiência do usuário.

É claro que a experiência do usuário está relacionada à percepção global que ele tem sobre determinada marca. Assim, a UX abrange a qualidade do produto ou serviço e as interações por meio de vários canais, como o chat, as redes sociais, o telefone, as lojas físicas e assim por diante.

Ao somar a experiência em todos esses pontos de contato, o cliente cria sua percepção de valor diante da marca e é importante ter em mente como as aplicações web desempenham um papel fundamental nessa questão.

Um software deve ter utilidade e realmente contribuir para a solução de algum problema que o usuário tem. A usabilidade também é essencial, já que o cliente precisa conseguir usufruir das funcionalidades da aplicação. Além disso, a desejabilidade inclui a facilidade de uso e o tratamento humano que o usuário recebe, o que faz com que ele queira usar um sistema.

Por que entregar valor para o usuário final?

Em vista da transformação digital, as empresas dependem muito do bom funcionamento de sua infraestrutura de TI. E assim como uma equipe de vendas ou de marketing conta com a disponibilidade constante do hardware e do software, os clientes e potenciais compradores também esperam desfrutar de uma boa experiência ao fazer uma compra ou pesquisar sobre um produto, por exemplo.

O problema é quando um software começa a apresentar erros depois de já ter sido implementado. A primeira impressão, como a psicologia já diz, muitas vezes é a que fica. E é muito mais trabalhoso mudá-la do que causar um bom primeiro contato. Imagine: clientes em potencial tendo dificuldades para encontrar as especificações técnicas de determinado produto no seu site ou percebendo inconsistências no processo de fechamento da compra. Percebe como isso afeta a entrega de valor para o usuário?

Quando sua aplicação web consegue entregar valor para o cliente, muito provavelmente ele trará seus amigos e familiares para aproveitar a mesma experiência. Por outro lado, se a percepção de valor for negativa, o negócio todo pode ser prejudicado. Afinal, a base de clientes tenderá a diminuir, assim como o faturamento.

Como as deadlines afetam a experiência do usuário?

Deadlines mal definidas impactam diretamente a experiência e a entrega de valor para o usuário. Afinal, elas abrem brechas para que produtos digitais sejam entregues sem a realização de testes das features, além de outros fatores que podem comprometer a utilização de uma aplicação.

As consequências acabam vindo em um efeito dominó, em que a má definição das deadlines impacta na produtividade do time de tecnologia, na experiência do usuário e no retorno sobre o investimento (return on investiment — ROI) do projeto.

Os prejuízos chegam de todos os lados. Você não consegue vender, o usuário não fica encantado e não traz outros clientes e sua marca perde valor do ponto de vista do público. Corrigir os erros na aplicação significa retrabalho, o que encarece muito a implementação do software.

Conforme você viu neste post, uma deadline pode impactar diretamente a experiência do usuário. Por isso, é essencial fazer um bom planejamento e levar em conta a fase de testes. Assim, sua marca conseguirá entregar uma aplicação excelente, que de fato entregue valor ao cliente. Para nós, da BossaBox, é muito importante que você alcance esse objetivo!

E aí, o que você achou das informações? Ficou com alguma dúvida? Gostaria de compartilhar algum case com a gente? Deixe um comentário e vamos conversar!

Você pode também gostar