fbpx

6 minutos de leitura

A sua empresa já pensou em utilizar produtos digitais para otimizar o ROI? A taxa de retorno sobre investimentos é crucial para o trabalho do(a) gestor(a). Com ela torna-se mais fácil identificar a potencialidade de investimentos e como eles atenderam às expectativas do negócio.

Em um cenário de alta competitividade, onde negócios buscam por clientes em alta escala, ele ganha destaque: se bem utilizado, o cálculo do retorno sobre o investimento evita prejuízos e dá mais habilidade para o empreendimento lidar com os desafios diários do seu dia a dia.

Mas além de saber calcular esse indicador, a empresa deve ter mecanismos para otimizá-lo. Esse é o caso do investimento com os produtos digitais. Continue o texto e saiba como isso ocorre!

O que é ROI?

O ROI (Retorno Sobre o Investimento, ou Return on Investment, em inglês) é um indicador utilizado por empresas para compreender os impactos que um investimento pode ter (ou teve) a médio e longo prazo. Em outras palavras, ele auxilia o(a) profissional a compreender como alguma ação afetou as receitas financeiras do negócio.

Na realização de novos investimentos, o ROI permite que o profissional compreenda quais são as opções com maior potencial de retorno financeiro. Além disso, torna-se mais fácil para a empresa identificar se os resultados esperados com uma aquisição foram atingidos e o que pode ser feito para otimizar os ganhos. O cálculo do ROI é feito da seguinte maneira:

ROI = (receita – custo)/custo

Se a empresa investe, por exemplo, 10 mil reais na criação de um produto digital e tem um retorno de 100 mil reais, o cálculo do ROI indicará que o retorno obtido foi de 9 vezes o valor investido. Ou seja, a companhia conseguiu uma receita que corresponde a 900% o valor investido na criação da sua solução.

Como os produtos digitais afetam o ROI do negócio?

Produtos digitais são uma das principais tendências de mercado. Eles são uma forma moderna de atingir novos públicos e aumentar a entrega de valor para seus usuários.

Nesse sentido, a empresa deve ver o produto digital como algo de grande potencial em termos de retorno sobre o investimento. A competitividade desse tipo de solução permite que a empresa consiga auferir ganhos comerciais elevados ao direcionar as suas estratégias para esse modelo de negócio.

Isso ocorre pois os produtos digitais conseguem fornecer uma experiência ao consumidor que é muito mais dinâmica e alinhada com as suas expectativas. Além disso, se for feita a Product Discovery, ou seja, a etapa de validação do MVP com o usuário, aumenta-se a chance de obter um produto com alto valor agregado. Dessa forma, a empresa pode fidelizar com mais facilidade o seu cliente, maximizar os seus lucros e criar novos fluxos de receitas no futuro.

Quais estratégias utilizar para otimizar o seu ROI a partir do investimento em produtos digitais?

Além de saber os passos básicos do cálculo do retorno sobre investimentos, também é importante olhar como otimizar o ROI a médio e longo prazo. No caso dos produtos digitais, há uma série de mecanismos que podem ser utilizados para a companhia maximizar as suas receitas e, ao mesmo tempo, se manter competitiva. Confira abaixo!

1. Avalie a entrega de valor para seu usuário por meio do produto digital

O valor agregado de um produto é atrelado às necessidades do cliente que são atendidas. Portanto, a empresa precisa garantir que o time envolvido tenha um grande conhecimento sobre quais são as características de suas urgências e relevâncias para que possam contribuir para a experiência do usuário e, assim, criar mais oportunidades para elevar os ganhos a médio e longo prazo.

Conhecendo o que agrega valor por meio da validação e de testes realizados com o usuário, o negócio pode encontrar formas de tornar o seu produto digital mais competitivo, evitar que sejam direcionados recursos para funcionalidades pouco estratégicas e garantir que a companhia gaste o seu tempo apenas com o que for essencial. Segundo a McKinsey, por exemplo, focar em compreender este fator pode auxiliar o negócio a ter aumento de lucratividade, satisfação do cliente e maior retorno em seu portfólio de soluções.

2. Compreenda o tempo de desenvolvimento e implementação

O tempo necessário para implementar um produto digital pelo cliente também afeta as receitas da empresa. Afinal de contas, a empresa deve investir recursos para o treinamento de todas as pessoas envolvidas na iniciativa, algo que envolve muito dinheiro e o tempo de especialistas. Por isso, muitas empresas recorrem ao outsourcing.

Tudo isso terá, para a empresa, um custo. Para reduzir esse fator e conseguir otimizar o ROI, a empresa pode implementar medidas que auxiliem na diminuição do tempo (e dos gastos) necessário para executar a adoção do produto digital.

Uma das formas é contar com o apoio de uma empresa especializada, como é o caso da BossaBox. Ela te auxiliará na estruturação de um produto digital moderno, inteligente, alinhado com o perfil do consumidor e que seja facilmente implementado com o apoio de metodologias ágeis e outros mecanismos para reduzir o esforço necessário para utilizar o software.

3. Redução de gastos

O corte de gastos é fundamental para otimizar o ROI da empresa e deve ser pensado de modo estratégico, ou seja, não só considerando o investimento em produtos digitais. A empresa precisa garantir que o nível de desperdício no ambiente de trabalho seja baixo e, assim, possa haver mais espaço, tanto para aumentar as receitas quanto para realizar novos investimentos.

Portanto, sempre faça uma avaliação de quais pontos podem receber investimentos para reduzir gastos. Adote, também, uma cultura capaz de evitar desperdícios e erros, como é o caso de um fluxo operacional com automação e integração operacional. Dessa forma, todo investimento será capaz de ter um bom retorno com facilidade.

4. Defina o nível de escalabilidade de seu produto

A escalabilidade é algo que é procurado por muitas empresas ao investirem em produtos digitais. Mas ela também tem um custo, uma vez que a empresa terá que modificar a sua infraestrutura interna para atender às novas demandas. Naturalmente, um ROI otimizado também precisa considerar esse ponto.

A escalabilidade ideal é aquela em que o produto digital possa ser levado a várias pessoas sem que os gastos com a manutenção do time de suporte, banda de servidor e demais custos operacionais cresçam proporcionalmente. Se esse objetivo é atingido, o negócio consegue mitigar gastos, otimizar o ROI e ter mais receitas.

Segundo a McKinsey, nos próximos 20 anos os 100 maiores produtos e serviços do mercado terão, em alguma medida, a presença da tecnologias em sua estrutura. Além disso, os produtos digitais apresentarão um aumento de receita de mais de 40% em setores como seguros, logística e vendas.

Para as empresas, isso representa uma grande oportunidade. O desenvolvimento de produtos digitais atenderá a uma demanda crescente por soluções mais inteligentes, inovadoras e que auxiliem negócios a serem transformados digitalmente.

Mas a criação de boas ferramentas se dá apenas quando os negócios têm a segurança necessária para realizar um bom planejamento. Nesse sentido, otimizar o ROI é crucial: quanto melhor for feito esse cálculo, maior será a capacidade de profissionais e desenvolvedores tomarem um caminho que leve a soluções com alto potencial de lucratividade, que conquistem o seu cliente e o fidelize. Portanto, sempre trabalhe para evitar falhas no cálculo do retorno sobre os seus investimentos.

Você pode também gostar