fbpx

5 minutos de leitura

É essencial que o empreendedor saiba bem o que é market fit.

O termo market fit vem sendo cada vez mais utilizado no universo dos negócios, sobretudo no que diz respeito às startups.

Por se tratar de empresas em fase de iniciação, com atuação em um mercado cada vez mais incerto e competitivo, torna-se fundamental o conhecimento de todos os conceitos envolvendo criação de produtos e segmentação de clientes.

É justamente aí que entra o market fit. Para conhecer mais detalhes sobre este assunto, acompanhe nosso post!



Afinal, o que é market fit?

Mercado e solução de produto: o casamento perfeito!

Traduzindo este termo de forma muito básica, market fit significa ajuste do mercado. Aplicando o conceito para as startups, significa dizer que o produto/serviço oferecido deverá ajustar-se às necessidades dos clientes.

Logo, o market fit consiste em identificar até que ponto determinado produto ou serviço oferecido por uma empresa é capaz de satisfazer a demanda de mercado.

Esta demanda pode ser compreendida pela identificação de um problema ou “dor” do público-alvo. Em resposta a isso, é oferecida em forma de produto/serviço uma solução ou “cura” pela qual os clientes estariam dispostos a pagar de forma contínua.

Na linguagem dos negócios, o market fit poderia ser interpretado como a proposição de um modelo de negócio que envolve valor, segmentação de clientes, relacionamento e canais diretos.

Valor significa a capacidade de oferecer soluções rentáveis. Segmentação de clientes diz respeito a traçar um perfil detalhado do público-alvo com a finalidade de focar estratégias de vendas. Relacionamento e canais diretos de comunicação revelam a necessidade de manter contato permanente com os clientes, buscando identificar necessidades latentes e possíveis reações quanto ao produto/serviço.

É interessante ressaltar que a melhor solução apresentada por uma startup em resposta à demanda de mercado, muitas vezes, nem sequer é conhecida pelo cliente.

Desta forma, é fundamental captar todos os detalhes quanto aos anseios e dores do público-alvo, somente assim será possível desenvolver o que as startups chamam de product market fit.

Um product market fit nada mais é que um produto que condensa todos os conceitos de market fit já citados.

Ou seja, trata-se do encaixe perfeito entre o que é oferecido pela empresa e o que o cliente deseja.

No entanto, muitos podem se perguntar: Como saber se meu produto tem market fit? Para responder a esta pergunta, iremos mostrar algumas maneiras bem simples para mensurar seu produto.


Como saber se meu produto tem market fit?

Ajustar estratégias quanto ao produto e ao público é essencial.

Para saber até que grau sua startup possui o que chamam de product market fit, é preciso analisar cinco aspectos básicos, que são:

Reações positivas e espontâneas dos clientes

Muitas vezes, os clientes poderão emitir algumas mensagens quase imperceptíveis quanto à aprovação do produto. Nem sempre estas reações virão de pesquisas feitas pela startup, mas de uma satisfação genuína quanto ao produto.

Estas opiniões geralmente são manifestadas de forma muito espontânea sem que sejam necessários esforços homéricos em estratégias de marketing.

Um exemplo disso é quando um dos seus clientes compartilha um produto ou serviço dele com um grupo de amigos.

Este compartilhamento pode ser feito de várias maneiras, seja verbalmente ou até mesmo através de um post no Facebook ou uma hashtag no Instagram.

Isso quer dizer que a “solução” apresentada pelo seu produto ou serviço foi excelente não apenas para ele, mas poderá ser para outra pessoa.

Facilidade e continuidade das vendas

Uma das regras de ouro para verificar se seu produto tem ou não market fit, é analisar se a venda dele é realizada de forma fácil e contínua.

Obviamente, toda venda demanda bastante esforço e investimento do empreendedor, no entanto, para um produto market fit, muitas dificuldades são drasticamente reduzidas.

Pelo fato de o produto ou serviço consistir em uma solução já esperada e desejada pelos consumidores, as maiores barreiras quanto ao fechamento da venda são rompidas, ocorrendo maior fluidez durante o processo.

Entretanto, é preciso ressaltar que, para que as vendas ocorram de forma naturalmente fácil, é necessário desenvolver boas estratégias de segmentação de mercado.

Por melhor que seja seu produto ou serviço, ele pode não agradar determinados tipos de público. Logo, é preciso direcionar as ações de venda apenas para potenciais clientes, evitando perder tempo e dinheiro com pessoas que jamais vão adquiri-lo.

Algo muito interessante a ser considerado neste quesito é a possibilidade de testar o mesmo produto em um novo mercado com a finalidade de ajustar estratégias.

Caso seu produto não esteja surtindo o efeito necessário para o público inicialmente escolhido, é interessante testá-lo em outros nichos antes de investir em ações mirabolantes para aperfeiçoamento de um produto.

Alguns nichos de mercado são naturalmente difíceis de atingir. Neste momento, é hora de ter flexibilidade para encontrar a melhor alternativa.

Maiores chances de renovação ou novas compras

Imagine que vários clientes tenham adquirido seu produto ou serviço através de uma assinatura mensal ou pacote semestral. Os valores foram pagos, e no mês ou semestre seguinte, o que acontece? Das duas, uma. Poderá ocorrer a renovação ou cancelamento da assinatura.

Caso a maioria dos clientes resolva de maneira natural e fácil efetuar a renovação, isso significa que seu produto possui market fit, já que são demandados pouquíssimos esforços para isso.

No entanto, se houver muitos cancelamentos ou ainda serem necessários imensos esforços para uma obter uma renovação, será o momento de rever as ações quanto ao seu produto/serviço ou mercado de atuação.

Crescimento das vendas de forma natural

Um dos objetivos da startup é aumentar a receita sem que os custos sejam alterados na mesma proporção.

Desta forma, caso o produto tenha market fit, o crescimento das vendas ocorrerá de forma muito natural, posto que a solução oferecida para sua empresa atende plenamente à demanda existente.

Quando as vendas aumentam naturalmente, sem que sejam necessários muitos investimentos em marketing, obviamente a startup apresentará grande rentabilidade.

Baixo índice de rejeição

Um produto que tenha market fit apresenta baixo índice de rejeição. Isso ocorre pelo fato de ser feito um processo de segmentação bem-elaborado, buscando trabalhar apenas com os potenciais clientes.

É preciso lembrarmos que o conceito de market fit gira em torno de “casar” o produto oferecido com a solução almejada pelo cliente. Desta forma, presumimos que, ao encontrar esta solução, o cliente fiel não desejará perdê-la, gerando baixos índices de rejeição.

O que achou deste conteúdo? Compartilhe conosco sua opinião e continue acompanhando nossos posts!


Você pode também gostar