3 minutos de leitura

Conforme o tempo passa e novas gerações entram no mercado de trabalho, a necessidade de reinventar a força de trabalho vai se tornando essencial para o desempenho corporativo.

A dessincronia entre a rigidez das estruturas empresariais e a fluidez digital é o principal ponto a ser ajustado pelos líderes, transformando a força de trabalho para aumentar a eficiência mútua. Do lado da empresa, para uma entrega mais ágil e do lado do profissional, para ter maior balanço entre vida pessoal e profissional.

Nesse sentido, o conceito de Liquid Workforce — ou, simplesmente, força de trabalho líquida — chega de encontro às necessidades das empresas e profissionais. Contaremos mais sobre o assunto neste artigo, continue a leitura!

O que é a força de trabalho líquida?

O conceito da modernidade líquida, teorizado por Zygmunt Bauman, retrata uma sociedade que não está disposta a ser tão sólida em suas decisões como se era em outras gerações. Neste conceito, o imediatismo, a leveza e a fluidez mostram que a sociedade atual está muito mais dinâmica do que antigamente. 

Consequentemente, essa teoria se expande para o mundo empresarial, dando início à era da força de trabalho líquida, onde a troca entre empresa e colaborador precisa passar de unilateral para bilateral, permitindo maior flexibilidade dos dois lados. 

Por que as empresas não podem ignorar a força de trabalho líquida?

O fato de que os profissionais jovens valorizam cada vez mais sua liberdade e mobilidade não pode ser ignorado pelas empresas. Ao mesmo tempo em que a rigidez no ambiente de trabalho pode gerar desmotivação, ela impacta diretamente na produtividade da equipe e na qualidade do trabalho.

Segundo o estudo Deloitte Millennial, 70% dos millennials se veem trabalhando de forma independente, em algum momento, em vez de ser empregado dentro de uma estrutura organizacional tradicional. 

No Brasil, uma pesquisa realizada pelo Trampos, site de trabalho criativo, indicou que 91% dos seus usuários preferem o home office, 45% aceitam freelas para aumentar a renda e 35% valorizam a flexibilidade ao aceitar um novo projeto.

Isso mostra a importância das empresas se abrirem para modelos de trabalhos flexíveis que não sejam apenas a contratação full time ao montar uma equipe.

Quais os benefícios da força de trabalho líquida?

Como vimos até aqui, a força de trabalho líquida é um movimento natural que impacta diretamente a forma como os gestores lidam com suas equipes.

Embora o conceito pareça prejudicial, na verdade, existem muitos benefícios relacionados à força de trabalho líquida, tais como:

  • Motivação dos colaboradores;
  • Redução de absenteísmo;
  • Aumento da produtividade;
  • Maior agilidade nas entregas.

Como aplicar a força de trabalho líquida em sua empresa?

Você pode estar se perguntando sobre como aplicar este conceito de forma segura em sua empresa.

O principal meio de aproveitar os benefícios da liquid workforce é na contratação de equipes terceirizadas, porém, nem sempre é fácil encontrar freelancers com o perfil adequado para a entrega a ser realizada.

Para solucionar esta questão e atingir o potencial máximo dessa tendência no desenvolvimento de produtos na empresa, você pode contar com outsourcings que montam squads remotos de alta performance para alocar em projetos específicos dentro da empresa, como a BossaBox, líder na terceirização de equipes remotas de tecnologia.

Está pronto para aplicar o conceito de Liquid Workforce para o desenvolvimento tecnológico da sua empresa? Fale conosco e saiba como podemos ajudá-lo!

Fale com nossos especialistas

Você pode também gostar