fbpx

7 minutos de leitura

Você já flertou com a ideia de pegar trabalhos pontuais como freelancer de tecnologia? Se você é Product Manager, Product Designer, Tech Lead, Quality Assurance, DevOps, Desenvolvedor ou Desenvolvedora, com certeza já se perguntou como fazer para conciliar o trabalho CLT com os projetos de freelancing. 

Neste artigo você vai descobrir como combinar o seu emprego full time/integral com trabalhos de freelancing para pôr novas skills em prática e ganhar mais dinheiro.

O trabalho freelancer no Brasil

Sabia que, segundo dados de janeiro de 2020, o Brasil é o terceiro país do mundo com maior quantidade de trabalhadores autônomos? Estima-se que existem 1,3 milhões de brasileiros desenvolvem trabalhos sem vínculo empregatício.

Há tempo que a chamada Gig Economy tem favorecido o crescimento do modelo de trabalho freelancer. Esse crescimento ainda experimentou um aumento considerável no ano de 2020, por causa da pandemia de Covid-19. 

Mas, enquanto muitos brasileiros estão vendo no freelancing um escape do desemprego, essa não é a realidade para profissionais de tecnologia seniores. A verdade é que essas pessoas, com anos de experiência no mercado de trabalho tradicional, muitas vezes conciliam projetos de freelance com empregos CLT.

Isso acontece por diversos motivos, entre elas estão a vontade de aumentar a renda e encontrar novos desafios, para se desenvolver de forma acelerada, sem as burocracias e limitações de uma contratação tradicional.

Mas você deve estar se perguntando: como fazer com que o trabalho freelancer não consuma o seu tempo livre ou atrapalhe as entregas do seu trabalho full-time? Continue a leitura e descubra!

A disciplina do freelancer

Você pode sim ter tempo para combinar um trabalho CLT com o freelancing. É só saber se organizar e otimizar seu tempo e recursos, para ter entregas incríveis em todos os seus projetos e transformar a sua carreira.

Algumas habilidades e etapas são essenciais para você ter sucesso como freelancer, sem abandonar seu emprego atual:

1. Conheça sua realidade

A capacidade de organização e planejamento pessoal é chave para profissionais autônomos(as). Para garantir que você mantenha uma rotina saudável de trabalho e dê conta de todas as suas responsabilidades, comece mapeando o tempo que precisa para cumprir com as entregas do seu trabalho tradicional. A partir disso, você vai saber quanto tempo tem para um projeto paralelo e poderá avaliar quais vagas são compatíveis com a sua disponibilidade.

2. Se organize e tenha disciplina

Em seguida, planeje a sua rotina em detalhes, com a ajuda de ferramentas como Google Calendar ou até mesmo uma agenda de papel. Separe os horários que dedicará a cada trabalho, levando em conta as cerimônias Scrum de cada squad e o seu tempo de produção individual. 

Dica de ouro: separe slots de foco, em que você terá foco total em uma atividade e deve evitar interrupções. 

3. Entenda a diferença entre comunicação síncrona e assíncrona

Em squads de produto multidisciplinares, a disponibilidade para trocas com o time é importante. Se alinhe com colegas sobre o que precisa ser conversado de forma síncrona e o que pode aguardar algumas horas para ser respondido, após os seus slots de foco. 

Como conquistar projetos incríveis como freelancer?

Agora que você já sabe que é possível conciliar um trabalho CLT com freelancing, vou te contar como conquistar o projeto que vai te ajudar a dar o próximo passo na sua carreira.

1. Defina seu objetivo

O que você busca em um projeto? Talvez você queira ganhar mais, aprender uma nova skill, aplicar conhecimentos de estudos recentes, construir um produto que vá mudar o mundo ou fazer networking com outros profissionais seniores de tecnologia de todo o Brasil.

Entenda quais são as suas prioridades e busque vagas que estejam alinhadas com elas.

2. Construa um bom portfólio

Você, como profissional sênior, com certeza tem muita bagagem no seu cargo. Mostre isso para potenciais contratantes por meio de um portfólio!

Você pode criar um site pessoal, um documento no drive, um artigo no LinkedIn ou um perfil em ferramentas como Behance ou Journo Portfolio. O importante é mostrar resultados do seu trabalho e contar um pouco sobre o processo de construção dele. Assim você mostra o seu toque pessoal e o valor do seu trabalho!

Pedimos algumas dicas especiais para o nosso time de recrutadores e avaliadores técnicos para te ajudar:

Dicas do Phelipe e do Bernard, especialistas em Product Design:

“Se você é Designer de Produto, mostre cases completos que não contenham dados sensíveis com começo, meio e fim. Conte a origem do problema, como foi mapeado, o resultado de UI e os impactos na experiência do usuário e no negócio. E, em cada etapa, explique por que tomou cada decisão e escolheu cada método.“

Dicas do Eduardo, CTO da BossaBox:

“Para Desenvolvedores(as), Tech Leads, DevOps e Quality Assurance, gosto de ver projetos que saíram do papel – uma biblioteca, um trabalho anterior ou até mesmo um projeto pessoal. O mais importante é não só deixar o código à vista, mas explicar o que foi usado e como foi feito. O nível de detalhe faz toda a diferença. Também acho ótimo quando usam diagramas, mostram os serviços de terceiros que foram usados, quantas pessoas tinham no time e, principalmente, os maiores desafios e aprendizados.”

Dicas da Sarah, Prolancer e Product Manager Sênior:

“Para Gerentes de Produto, é importante começar mostrando a estratégia e os objetivos. Por que esse produto foi criado? O que era esperado? Depois disso, contar um pouco sobre o processo de Discovery e Delivery, contando os porquês de cada decisão. No final, é essencial mostrar o produto final, os resultados alcançados e os aprendizados. Se for possível trazer métricas, ajuda demais!”

3. Crie um CNPJ

Para se tornar freelancer de tecnologia e prestar serviços de forma regularizada, você precisa se formalizar.

Com um CNPJ, além de ter mais segurança jurídica, poder estabelecer contratos de prestação de serviços e emitir notas fiscais, você vai poder conquistar projetos por meio de plataformas digitais.

4. Escolha uma plataforma

O último passo é encontrar vagas que estejam alinhadas com os seus objetivos, disponibilidade e expertise!

Você pode prospectar possíveis clientes individualmente, receber indicações diretas de colegas da sua rede ou fazer parte de uma plataforma digital de freelancers

Tendo uma empresa parceira para fazer essa mediação, você economiza muito tempo e dores de cabeça com negociação,  burocracias contratuais e atendimento no dia a dia. Além disso, em algumas plataformas, você terá a oportunidade de participar de squads multidisciplinares e comunidades, o que vai potencializar o seu networking e tornar a sua experiência muito mais rica.

Tudo pronto para dar o próximo passo na sua carreira com um novo desafio?

Conheça a BossaBox, empresa que conecta profissionais seniores de todo o Brasil a projetos inovadores de grandes empresas como Gerdau, Housi, Unimed, Hering e muitas outras de diversos setores!

Você pode também gostar