fbpx

3 minutos de leitura

Sabe quando você vai correndo para o mercado sem grande foco e fica horas tentando lembrar o que falta em casa? Isso não é nada ágil, certo? Já quando você observa tudo antes e cria uma lista de compras, tudo se torna mais rápido e prático dentro do mercado. Isso não é diferente dentro de uma empresa. Jogar os problemas ao ar e esperar para resolvê-los aos poucos pode causar um grande transtorno. O ideal é se planejar para conseguir obter resultados mais rápidos e melhores. E um ótima forma de alcançar esse planejamento utilizando metodologias ágeis no seu dia a dia.

Mas o que são essas tais de metodologias ágeis?

Tudo começou com o desenvolvimento de projetos de software. As etapas se tornaram cada vez mais complexas, e com isso foi necessário desenhar fluxos de trabalho para organizar todo o processo. Mas já adiantamos, você não vai usar as metodologias ágeis apenas nessa área.

As metodologias ágeis priorizam as pessoas e as interações, produtos executáveis, colaboração do cliente e respostas rápidas para as mudanças.

Como posso usar metodologias ágeis na minha empresa?

Então vamos começar. Você vai precisar separar os seus projetos nos seguintes ciclos:

Início do projeto

Organização e preparação

Execução do trabalho

Encerramento do projeto

O primeiro ponto importante é: todas as fases serão analisadas individualmente. Ou seja, se você encontrar um erro no caminho, é mais fácil resolvê-lo no início do que após um ano de trabalho feito.

Pense que você deseja escrever um livro sobre Metodologias Ágeis: você vai precisar pesquisar sobre o assunto, entrevistar especialistas, escrever o conteúdo, procurar uma editora e convencê-la a te ajudar nisso. Certo?

Em cada uma dessas etapas você vai: especificar, analisar,construir, testar e por fim, implementar. Dessa forma, se existir algum erro no caminho, você não vai descobrir através da editora que só se envolveu no final do projeto!

Agora pense em levar isso para todas as área da sua empresa. Desde aquele e-mail que você precisa enviar até aquele projeto que você precisa entregar cheio de qualidade no final do semestre para conseguir pedir aquele aumento. Quando você começa a dividir todas as tarefas, o resultado se torna mais preciso e mais rápido.

Por fim, vale mesmo a pena?

Sim, vamos te mostrar alguns motivos para você acreditar:

Você entregará um projeto mais rápido

Você terá um projeto com mais qualidades e menos erros no caminho

Você vai conseguir ver direitinho o quanto já foi feito e quanto falta

Vai poder dividir essas fases com todos os colegas de trabalho para que eles fiquem em sintonia

Acreditamos que sejam ótimos motivos para você tentar entrar de cabeça nesse universo.

Acha que chegou a hora de acrescentar métodos ágeis na sua vida? A Mastertech, escola de habilidades do século XXI que transforma pessoas através de cursos e Bootcamps imersivos está com as inscrições abertas para o curso Imersivo em Gestão de Projetos Ágeis

– Escrito por Larissa Chinaglia, Inbound da Mastertech

Você pode também gostar