fbpx

7 minutos de leitura

A tecnologia, que antes era apenas um suporte para o negócio, vem se tornando cada vez mais importante como o centro de soluções, práticas e oportunidades para a empresa. Se a relação entre uso de tecnologia e o sucesso da sua marca vem se tornando direta e proporcional, como expandir esse horizonte sem ter que aumentar a infraestrutura e o pessoal mantidos internamente? A resposta está no outsourcing de TI.

Neste artigo, vamos apresentar o conceito, mostrar as 6 razões principais para adotá-lo e como ele pode libertar você e seu time para focar de vez no negócio. Acompanhe!

O outsourcing de TI e seus modelos

Primeiro, vamos definir bem o que significa esse termo que vem se popularizando tanto. Outsourcing pode ser definido como terceirização, mas de uma forma que não se resume somente à contratação de recursos humanos.

O outsourcing de TI, portanto, não é apenas ter profissionais da tecnologia trabalhando por meio de contrato de prestação de serviço. Geralmente, o termo fala mais sobre uma visão completa de entrega externa de recursos, serviços, ferramentas e colaboradores especializados.

Esse pode ser um serviço único, como no modelo de infraestrutura como serviço (IaaS). Pode também ser a união de contratos específicos que são centralizados e gerenciados para um bem comum dentro da empresa (SaaS, PaaS, etc).

Independentemente do modelo escolhido, a ideia é substituir infraestrutura de servidores e ativos como licenças de softwares por um fornecimento baseado em custos mensais e previsíveis. Nesse caso, a entrega pode ser feita de três formas principais:

  • offshore, quando a empresa busca custos reduzidos em fornecedores de países emergentes como China e Índia, mas em troca arca com a distância, idioma e grandes diferenças de fuso horário para suporte;
  • nearshore, quando os fornecedores estão em países vizinhos, em fusos parecidos e com uma cultura de produtividade similar e com divisas simplificadas como no Mercosul;
  • onshore, quando o serviço é oferecido dentro do próprio país, podendo ser até na mesma cidade para uma proximidade física entre a empresa e sua infraestrutura contratada.

Os 6 benefícios do outsourcing de TI para as empresas

A escolha de modelos de entrega e localização do fornecedor variam de negócio para negócio — depende de capacidade de investimento, objetivos, estratégias, nicho de mercado, etc.

O que não muda em nenhum dos casos são os motivos que podem tornar o outsourcing de TI a solução adequada para o seu negócio. Veja os 6 principais:

1. Redução e controle de custos

A razão principal pela qual empresas no mundo inteiro migram para o outsourcing é a diferença que ela faz na forma como lida com custos de gestão e operação de ativos tecnológicos.

Manter uma estrutura própria de TI envolve investimentos grandes e frequentes em novos hardwares e softwares, além de equipes maiores para manter tudo funcionando.

A troca desse modelo por uma infraestrutura como serviço elimina custos de atualização e transforma gastos complexos em assinaturas simplificadas.

O outsourcing, portanto, dá a previsibilidade de gastos a longo prazo e ainda a flexibilidade para adequar a oferta do serviço às demandas específicas. Você naturalmente ganha controle de custos e, com isso, pode reduzi-los sem grandes dificuldades.

2. Mais disponibilidade e segurança

Quanto mais uma empresa cresce, mais ela precisa investir na equipe de TI — tanto para manter o sistema sempre em funcionamento quanto para garantir a proteção de um volume maior de dados.

Ou seja, essa conta quase nunca bate. O mais comum é que um negócio não tenha a equipe necessária e capacitada o suficiente para lidar com sua demanda de segurança e gestão de informação.

É aí que o outsourcing se torna uma saída interessante. Como a TI é o foco do negócio contratado, ele fica responsável por oferecer ferramentas e pessoal especializados nesse único ponto: em uma infraestrutura com performance e confiabilidade.

3. Garantia de qualificação de suporte

Essa proteção oferecida pela empresa terceirizada deve se estender ao suporte que ela dá — como uma parceria. A vantagem, por exemplo, de fazer o outsourcing de um serviço e contar com apoio operacional da mesma empresa é que os profissionais que atenderão aos seus chamados são treinados e capacitados especificamente naquele sistema.

Ou seja, chamados são respondidos mais rapidamente, problemas são identificados com mais precisão e a sua TI pode focar em treinamentos e especializações menos operacionais.

4. Inclusão de profissionais mais qualificados em processos de tecnologia

Uma outra vantagem do outsourcing que influencia muito na eficiência prática do setor é a inclusão imediata de profissionais qualificados e especialistas em determinados processos da TI – como é o caso do suporte e da segurança que comentamos em outros tópicos.

Essa vantagem vem não só da especialização desses profissionais e sua atenção completa aos serviços que prestam, mas também da expertise que experiência de mercado e boas práticas de TI garantem para essas empresas.

Pense nisso, um problema que você está enfrentando agora pode já ter acontecido com outra TI que contava com a mesma parceria que você.

Essa empresa parceira, já tendo passado por situações similares e acompanhado sua resolução, pode trazer insights mais rápidos e assertivos para atacar problemas e aproveitar oportunidades.

Isso tudo é conseguido desde a assinatura do contrato de outsourcing e sua implementação, sem necessidade de processos seletivos e treinamentos extensivos para só então colher os frutos da capacitação.

5. Implementação mais rápida de novas tecnologias

Para uma TI interna, que precisa lidar com suporte à operação, manutenção e estratégias ao mesmo tempo, é difícil encontrar espaço para analisar e buscar oportunidades oferecidas por novas tecnologias.

Por isso o outsourcing é uma forma de trazer essa inovação mais rápido para dentro da empresa. Esse é o foco dos bons fornecedores: atualizar e inovar em suas estruturas para oferecer sempre o melhor serviço aos clientes. A busca deles se transforma imediatamente em vantagens para você.

6. Facilidade no cálculo do ROI

Se o outsourcing de TI é um serviço com previsibilidade de custos, inovações mais rápidas e gestão mais eficiente, é muito mais fácil para os diretores de uma empresa definirem o que precisam de seus investimentos em tecnologia e prever o retorno que terão.

O outsourcing de TI como forma de focar no seu negócio

Nesse cenário apontado pelas vantagens do outsourcing, o negócio como um todo se torna mais inteligente. O foco do setor será sempre no futuro, com estratégias e ferramentas para ficar um passo a frente dos concorrentes em qualquer situação.

Esse é talvez o motivo mais importante para investir no modelo, por isso o deixamos para o final. Sem se preocupar em manter e expandir uma estrutura tecnológica, os C-Level, diretores e gerentes da empresa podem focar em transformar em realidade as oportunidades que esses serviços permitem.

Ou seja, com o outsourcing de TI, a parte rotineira e operacional sai das obrigações internas dos(das) colaboradores(as). Eles(as) podem, então, pensar em inovação, disrupção e novas estratégias de negócio. As empresas parceiras olham para o presente por você, enquanto você só mira no futuro.

Que tal aproveitar esse novo momento para aumentar ainda mais a visão de eficiência e produtividade nas equipes que você comanda? Então continue pesquisando por isso lendo este artigo sobre metodologias ágeis!

Você pode também gostar