fbpx

6 minutos de leitura

A criação de produtos digitais é extremamente promissora e tem um papel importante na Transformação Digital das empresas. O mercado de Tecnologia da Informação é um dos que mais cresce no mundo. Segundo o IDC Brasil, o setor deve ter um crescimento de 10,5% em 2019, mostrando a força dessa área. Porém, não são todos que conseguem o sucesso. Muitos se esforçam, têm soluções incríveis, mas não conseguem alavancar seus produtos.

A questão é que, mesmo sendo uma área promissora, pode-se ter sérios problemas para conseguir bons resultados, devido a algumas falhas que sua empresa pode estar cometendo. Você sabe quais são as principais delas? Continue lendo e saiba como evitá-las em seu negócio.

1. Poucos produtos adequados à entrega de valor para o seu cliente

Um dos maiores erros que podem fazer a sua empresa falhar na criação de produtos digitais é não criar algo que esteja adequado à realidade do usuário. Tende-se a pensar que apenas criar um produto digital de impacto é o suficiente para se destacar na área, com algo que ainda não foi inventado por outros concorrentes.

Porém, muitas vezes, uma simples modificação em um modelo já existente, que atenda a uma demanda do mercado, é o suficiente para causar uma verdadeira transformação e conseguir atrair a atenção dos clientes.

Quer ver um exemplo disso na área de tecnologia? Quando o iPod surgiu, já existiam os dispositivos de MP3 player no mercado. O que a Apple fez foi aliar maior espaço de armazenamento com um design diferenciado. Com isso, lançou um produto que se tornou um grande sucesso. Simples, não é mesmo?

Outro ponto simples e que muitas empresas ignoram é a necessidade de realizar pesquisas de mercado sobre a demanda da solução que está sendo criada, bem como a realização de testes com potenciais usuários, para saber como eles vão reagir ao produto criado e se ele de fato agrega valor.

2. Produtos que não consideram a experiência do usuário

A experiência do usuário (user experience ou UX) diz respeito ao que uma pessoa sente e pensa ao interagir com um produto digital ou serviço da empresa. Isso está fortemente atrelado a todos os setores que têm uma relação com tecnologia. Esse é um conceito cada vez mais importante, principalmente pelo fato de o cliente estar cada vez mais no centro do processo.

Por isso, é fundamental que a empresa considere esse ponto ao desenvolver seus produtos. A experiência do usuário com sua marca ou com suas soluções deve ser sempre positiva, superando as suas expectativas e atendendo aos requisitos que ele precisa para operar adequadamente a sua solução digital.

Por exemplo, se o produto não é intuitivo ou não dá liberdade para o usuário trabalhar com ele da forma que necessita para executar suas tarefas, a experiência dele é reduzida, de forma que o cliente passa a não querer trabalhar mais com ele.

Assim, quando o desenvolvimento não considera esse ponto, a tendência é que, mesmo oferecendo algo inovador e não explorado no mercado, não ocorra o sucesso da solução, já que o usuário não consegue utilizar o produto adequadamente.

3. Gestão ineficiente da equipe de desenvolvimento

É necessário que a equipe de desenvolvimento esteja perfeitamente alinhada com a equipe de produto. Um dos grandes erros é uma gestão ineficiente desse setor.

Não adianta ter uma concepção de um produto digital que seja inovador, que esteja em consonância com as expectativas e desejos do seu público-alvo, se sua equipe de desenvolvimento não estiver alinhada com o que foi proposto e falhar na entrega do produto esperado.

Uma solução com falhas pode causar uma série de prejuízos, como o tempo destinado a necessidade de refação, o aumento dos custos para a elaboração da solução, não permitindo que suas equipes possam se destinar a novos projetos do seu negócio. Não só isso, mas o ROI da iniciativa cai, levando em consideração toda a alocação de pessoas, tempo e ferramentas para corrigir os problemas.

Outro erro é os gestores ignorarem a desmotivação de muitos desenvolvedores que, em alguns casos, não estão de fato engajados com a solução que estão desenvolvendo ou com problemas de gestão de time.

4. Falta de planejamento na criação de produtos digitais

O planejamento é um passo fundamental para conseguir criar um produto digital que realmente faça sucesso e que supere as expectativas dos seus clientes. Sem isso, a tendência é que os resultados sejam ineficazes em diversos aspectos da solução.

Por exemplo, sem isso, é possível que sua organização não foque nas dores mais urgentes do público-alvo e não desenvolva a solução que, de fato, pode acrescentar positivamente para o cliente, fazendo com que ele prefira adotar a solução criada pelo seu concorrente.

Além disso, a falta de planejamento pode ser responsável por gastos excessivos e desnecessários, prejudicando o custo-benefício que seu negócio poderia ter no desenvolvimento da sua criação digital.

Por isso, estabeleça um planejamento impecável, prevendo as etapas de desenvolvimento, desde o escopo da ideia até os passos para o desenvolvimento, profissionais envolvidos, testes, monitoramento, revisão, entre outras.

As grandes soluções não surgem do nada, ou seja, é preciso investir tempo e esforço para que elas se tornem grandiosas. Poucas são as grandes ideias que ganharam sucesso e surgiram do acaso. Sendo assim, não deixe de investir no planejamento eficiente das criações do seu negócio.

5. Falta de metrificação e análise de dados falha

Muitas vezes os(as) desenvolvedores(as) estão focados(as) na funcionalidade e utilidade da solução, dois conceitos que, de fato, são realmente importantes. Porém, esses não devem ser os únicos pontos a serem considerados no momento de definir um projeto de aplicação. A metrificação e a análise dos dados que envolvem sua produção também devem ser garantidos na criação de produtos digitais.

Algumas das métricas essenciais que devem ser levadas em consideração não só para criar um bom produto, mas também para que ele tenha longevidade e não fique obsoleto rapidamente são:

  • Cycle time;
  • ROI;
  • Satisfação do cliente (podendo ser medida por NPS, por exemplo), entre outras.

Ainda há as métricas que estão implícitas nas metodologias escolhidas pela empresa para desenvolvimento (método Agile, Scrum, Kanban, Lean, entre outros), que também auxiliam a orientar as melhores ações para que a solução não seja apenas funcional, mas que também seja sustentável, durável e que tenha um bom custo-benefício.

A criação de produtos digitais tem grande potencial para o mercado atual, independente do negócio. Porém, ao mesmo tempo, deve-se estar atento para evitar que erros sejam cometidos, gerando prejuízos e dificultando o crescimento do seu negócio.

Quer trazer um desenvolvimento mais preciso para sua empresa? Então, entre em contato com a BossaBox. Com uma base de mais de 10.000 profissionais remotos altamente qualificados, fazemos a gestão, design e desenvolvimento de produtos digitais e aceleramos a Transformação Digital de grandes empresas.

Você pode também gostar