1 minuto de leitura

Quando você está criando um novo projeto, é comum pensar em todas as novas coisas que as pessoas poderão fazer com ele. Agora elas vão fazer isso, fazer aquilo. Demais!

Mas há uma pergunta que deve ser feita: O que as pessoas deixarão de fazer uma vez que começarem a usar seu produto?

Anúncio

O que seu produto substitui? O que eles estão trocando? Como eles resolviam esse problema antes do seu produto aparecer?

Hábito, momento, familiaridade, medo do desconhecido – esses são vínculos difíceis de se romper. Você tem que afrouxar o peso dessa situação.

Então, quando você pensar sobre seu produto, pense sobre o que ele substitui, não só sobre o que ele oferece. O que você está pedindo para que elas deixem para trás quando seguirem em frente com você? O quão difícil será para elas? Como você pode ajudá-las a superar tudo que as está puxando na direção oposta?

A verdadeira proposta de valor está aí. Naquilo que você substitui, faz de diferente, faz melhor. E não naquilo que você adiciona.

5b
Leia também

5 métricas de marketing digital que são inúteis e vão atrapalhar o seu crescimento